Resumo Trabalho

O CONCEITO DE CORPO DEFICIENTE E AS IMPLICAÇÕES PARA UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Autor(es): VERÔNICA ALVES DOS SANTOS CONCEIÇÃO, JOSUÉ LEITE CONCEIÇÃO, DÉBORA ARAÚJO LEAL

O objetivo do presente artigo analisar o conceito de deficincia tomando por base o modelo mdico, estruturado em um narrativa biomdica voltada para o tratamento de doenas e deformidades congnitas de pacientes, e o modelo social apoiado por ativistas dos movimentos de defesa ao portador de deficincia. No ltimo modelo, as deficincias so definidas no campo social e marcadas pela cultura em um determinado perodo histrico. Em uma relao com a educao inclusiva, delineia-se um modelo alternativo de entender a deficincia no qual o processo educativo revela-se como de suma importncia. Nesse sentido, para a educao inclusiva o corpo deficiente no se limita a um fenmeno fisiolgico, embora no o desconsidere; o corpo deficiente pertence a um sujeito de direito, socializado ou em processo de socializao e a deficincia torna-se construo discursiva. Lanamos mos da pesquisa qualitativa por entender a construo e implicao dos conceitos, possibilitando ao investigador o entendimento relevante acerca do estudo em questo, essa investigao tem como objeto de estudo o conceito de deficincia na perspectiva da Educao Inclusiva.

Veja o artigo completo: PDF