Resumo Trabalho

TEMPO COMUNIDADE - ESPAÇOTEMPO POTENCIALIZADOR DE EXPERIÊNCIAS NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES DO CAMPO

Autor(es): FRANCISCA MARLI RODRIGUES DE ANDRADE, LETÍCIA PEREIRA MENDES NOGUEIRA, MARCELA PEREIRA MENDES RODRIGUES

Na ltima dcada, o cenrio educacional brasileiro passou a integrar coletivos e sujeitos que, historicamente, estiveram s margens do sistema educativo universitrio. Esta integrao, conquistada com as lutas dos movimentos sociais, ainda se apresenta frgil e tmida. Porm, pela primeira vez, os movimentos sociais do Campo, na sua interface de Movimento de Educao do Campo, esto protagonizando a reconfigurao do espaotempo universitrio. Reconfigurao esta que desafia a continuidade de um projeto hegemnico, o qual aniquila singularidades e promove injustias sociais. Especialmente, quando pensa a formao de educadores do campo desde a lgica da cidade, reforando, entre outras questes, a concepo de cidade enquanto espao civilizatrio por excelncia e, ao tempo, o campo enquanto brbaro, arcaico e atrasado. Na luta pela desconstruo dessa concepo, a qual tem provocado o desenraizamento das tradies culturais das populaes do campo, o presente trabalho tem como objetivo: apresentar as experincias construdas no processo de formao de educadores do campo, principalmente no Tempo Comunidade, do curso de Licenciatura Interdisciplinar em Educao do Campo da Universidade Federal Fluminense (UFF). Para tanto recorremos pesquisa qualitativa, pautada no enfoque exploratrio e descritivo, cujas anlises foram construdas a partir do conceito de experincia, amplamente difundido pelo pensamento Thompsoniano. Logo, as descries constituem-se quanto relatos de experincias que convergem no sentido de ressaltar a relevncia do Tempo Comunidade para desconstruir e denunciar diferentes lgicas. Principalmente, a ausncia do Estado e as formas de produo de inexistncia da dinmica poltica, cultural e educativa do campo.

Veja o artigo completo: PDF