Resumo Trabalho

UNIVERSIDADE, COMUNIDADE E ESCOLA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL.

Autor(es): IRLANE MAIA DE OLIVEIRA, ANA CLÁUDIA MAQUINÉ DUTRA e orientado por ATTICO CHASSOT

Com a perspectiva de contribuir para que o processo verticalizado do saber acadmico possa tornar-se um processo dialgico ser necessrio discutir para reescrever a relao da universidade com a comunidade e com a escola. Essa reescrita de um ponto de vista operacional e metodolgica no poder ocorrer sem a oitiva dos saberes, pois sem esta, a prtica social da universidade tende a manter seu carter puramente assistencialista. Nesta perspectiva, tanto a comunidade e a escola, so parceiras fundamentais deste processo, mas a escola, tambm deve rever sua prtica social, pois, no raro, ela desvaloriza ou desconhece os saberes da comunidade. A discusso neste artigo tem como fios condutores a crtica de Paulo Freire sobre a extenso universitria, e o alerta sobre a destruio de nosso passado social de um dos consagrados historiadores da atualidade, o ingls Eric Hobsbawm. Neste sentido o objetivo inicial discutir para promover posturas crticas reflexivas sobre essa relao verticalizada. Portanto, a partir do exerccio filosfico organizado pelos princpios do pensar, criticar, pedaggico refletir, e agir discutiremos, e tambm se pretende teorizar sobre o seu carter didtico da extenso universitria, onde os seus elementos contidos na sua prtica social possam nos apontar diretrizes para as novas formas de agir, consolidando assim, a perspectiva de ser o construto dialgico de saberes.

Veja o artigo completo: PDF