Resumo Trabalho

INFÂNCIAS NEGRAS E RESISTÊNCIA NO CIBERESPAÇO

Autor(es): LUCIMAR ROSA DIAS, CINTIA SOUSA VIEIRA

Este artigo problematiza um fenmeno que estamos identificando e intitulamos de resistncias negras infantis, ela trata de crianas entre 04 a 13 anos cujas falas circularam em redes sociais e trouxeram em seu bojo lgicas que questionam a subalternizao atribuda a populao negra no Brasil. Foram encontradas 6 crianas e este artigo apresentar duas. Acreditamos que a tecnologia tem sido utilizada pelos ativistas negros e negras possibilitando aes de valorizao da identidade negra e tal fato conta tambm com atores sociais ainda na infncia. Para coleta do material utilizamos os princpios da etnografia virtual conforme nos apresentam Gebera (2008). Nossas anlises para compreender as vozes dessas crianas tomou o conceito de Resistncia desenvolvido por Giroux (1986) e as ideias de Hall (1997,2016) sobre Representaes, consoante com a perspectiva da Sociologia da Infncia, bem como, nos amparamos em autores do campo dos estudos das relaes tnico-raciais e infncia. O que encontramos nos aponta que as crianas negras esto envolvidas nas lutas empreendidas pelos Movimentos Negros e ocupam um espao protagonista ecoando suas vozes poderosas a partir das novas mdias e contribuem no combate ao resiste ao racismo sustentando o orgulho do seu pertencimento tnico-racial e cultural.

Veja o artigo completo: PDF