Resumo Trabalho

BILINGUISMO: UMA PROPOSTA INCLUSIVA NA EDUCAÇÃO DE ALUNOS SURDOS

JANIELE PEREIRA DA SILVA SANTOS

A educação para surdos é uma temática inquietante, pois envolve práticas pedagógicas para o desenvolvimento das crianças surdas no ambiente escolar. A questão do bilinguismo atribui o bilíngue para alunos com surdez, capaz de aprender duas línguas: a Língua Brasileira de Sinais como primeira língua e o Português como a segunda língua, além de promover a inclusão no âmbito educacional. As ofertas educacionais estruturaram-se mediante o Decreto 5.626/05, regulamentando a Lei de Libras (Língua Brasileira de Sinais). Dessa maneira, os surdos tiveram direito a aprendizagem e a formação de turmas bilíngues no mesmo ambiente escolar. Faz-se necessário que o educador seja capacitado, conheça os avanços do educando surdo e entenda suas necessidades iniciais, para assim, desenvolver seu trabalho pedagógico e se necessário, redefinir o planejamento. Logo, o objetivo desse trabalho busca promover a inclusão na escolarização de alunos surdos por meio do bilinguismo. Quanto à metodologia, este estudo se relaciona a uma pesquisa bibliográfica, com o auxílio de teóricos que fundamentam o tema em questão. Foram efetuadas várias pesquisas, com o intuito de descrever os métodos de aprendizagem adquiridos na educação de alunos com surdez. É indispensável que os alunos surdos utilizem o bilinguismo com a contribuição da Língua de Sinais, associando a Língua Portuguesa e interligando com o Atendimento Educacional Especializado (AEE). O estudo revelou a importância de variadas metodologias específicas para garantir a compreensão do aluno surdo nos conteúdos propostos, tendo seguimento o Atendimento Educacional Especializado em Libras, o Ensino de Libras e da Língua Portuguesa.

Veja o artigo completo: PDF