Resumo Trabalho

IMPLANTAÇÃO DE UMA SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS: EXPECTATIVAS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INCLUSIVAS DE PROFESSORES REGENTES EM MARANGUAPE-CE

ANTONIA KÁTIA SOARES MACIEL

O presente estudo é uma pesquisa em andamento que tem por objetivo geral investigar as práticas pedagógicas dos professores que possuem alunos público alvo da educação especial em suas turmas, sendo estas de educação infantil e de ensino fundamental I. A temática apresentada neste estudo possui relevância na proposta de discussão sobre a continuidade das políticas públicas voltadas para a educação inclusiva no que concerne a implantação de uma Sala de Recursos Multifuncionais (SRM) entre os anos de 2017 e 2018 em Maranguape-CE. O processo de inclusão escolar de alunos da educação especial é permeado de barreiras, quer sejam, arquitetônicas, tecnológicas, de comunicação, pedagógica ou atitudinais. Portanto, a presença do aluno com deficiência ainda é desconfortável na prática docente expressa na fala dos professores justificada pela ausência ou pouca formação específica inicial e contínua para atuação efetiva com esse público. Assim, o estudo desse objeto nos ajudará a responder as seguintes questões: quais as expectativas dos professores quanto a implantação de uma SRM?; Quais são as práticas pedagógicas desenvolvidas pelos professores que atuam diretamente com os alunos da educação especial? A pesquisa possui abordagem qualitativa do tipo estudo do de caso com observação participante. (MINAYO, 2003; GIL, 1946). Os sujeitos investigados são professores de sala de aula comum, em resposta a uma entrevista semiestruturada e com observação participante. Para subsidiar esta pesquisa utilizou-se dos estudos de Omote (2004); Mantoan (2003); Mitller (2003); Gomes (2017); Pletsch (2014); Baptista (2009); Bueno (2010); Figueiredo; Boneti & Polin (2010), entre outros.

Veja o artigo completo: PDF