Resumo Trabalho

AS INSTALAÇÕES GEOGRÁFICAS COMO PRÁTICA PEDAGÓGICA PARA ALUNOS DEFICIENTES VISUAIS

ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA

A Geografia enquanto disciplina escolar desempenha o papel de capacitar o aluno para compreender o espaço geográfico, a partir da interação entre a sociedade e a natureza. Assim, a Geografia, na sala de aula, deve criar condições para o aluno compreender o mundo diante dos fenômenos espaciais. Contudo, considerando a importância da visão na análise espacial, a apreensão do espaço se torna mais difícil para o aluno deficiente visual. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo, verificar as contribuições das instalações geográficas como metodologia no ensino de geografia para alunos com deficiência visual no CEJA e IFCE, no município de Tauá – CE, tendo em vista que as instalações geográficas, objeto de estudo do artigo, constitui uma forma de representação de um conteúdo pesquisado e trabalhado criativamente com signos e símbolos aplicados sobre materiais produzidos pelo homem ou encontrados na natureza. A instalação pode ser montada na escola/universidade ou para além de seus muros, atingindo uma dimensão social. O método que iremos utilizar será o da pesquisa-ação baseada numa abordagem qualitativa, exploratória, explicativa e descritiva, escolhemos uma modalidade de pesquisa que permite o desenvolvimento do ensino de geografia, para um grupo social, geralmente, dominado, excluído, alunos deficientes visuais. Dessa forma, o estudo terá uma proposta de desenvolver em sala de aula as instalações geográficas, como proposta de metodologia aplicada a alunos com deficiência visual. Utilizaremos registros fotográficos devidamente autorizados, com aplicação de entrevista semiestruturada com professores e alunos no intuito de avaliar as contribuições realizadas através das instalações geográficas. Os resultados que esperamos com a realização deste trabalho convergem num melhor processo de inclusão para estes alunos, diminuindo as barreiras pedagógicas no conhecimento científico e proporcionando de forma significativa e qualitativa a aprendizagem da Geografia.

Veja o artigo completo: PDF