Resumo Trabalho

DA ORALIDADE À ESCRITA: CONTRIBUIÇÕES DA LITERATURA INFANTIL E DA PRODUÇÃO COLETIVA DE TEXTOS PARA A ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

CAMILA SILVA SOUSA SANTOS

Alfabetização é um processo que anseia o domínio da linguagem como um sistema complexo de símbolos e signos que se referencia no desenvolvimento social e cultural da criança, indo, portanto, além do domínio mecânico, da decodificação e da grafia de letras. Partindo desse princípio e com uma base teórica centrada na filosofia da linguagem, esse trabalho objetiva a apresentação e a autorreflexão de uma prática pedagógica voltada para o trabalho com literatura infantil e produção coletiva de textos no contexto de uma instituição especializada em deficiência visual, visando analisar de que modo a minha prática e mediação pedagógica contribuíram para o processo de alfabetização de crianças com deficiência visual. A pesquisa é de natureza qualitativa e se baseia em análise de textos coletivos produzidos no contexto da prática pedagógica e nas minhas próprias observações. Os resultados encontrados apontam que a prática pedagógica apresentada contribui para a percepção da linguagem como objeto de conhecimento e prática social, para o desenvolvimento da relação entre fala e pensamento, para a capacidade criadora e imaginativa, assim como para as habilidades relacionadas à memória e atenção.

Veja o artigo completo: PDF