Resumo Trabalho

LEITURA POR PRAZER: O PROFESSOR COMO INCENTIVADOR NA EDUCAÇÃO INFANTIL

MARIA KAROLINE NÓBREGA SOUTO DANTAS

A leitura é cada vez mais necessária para a vivência social, ela ocorre quando acontece a interação entre o leitor e o autor. A escola tem a função de trabalhar com a leitura em seus diversos momentos, ter atividades lúdicas e prazerosas que façam acontecer à participação dos alunos, para que eles se sintam motivados para fazerem uma leitura prazerosa. O estímulo da leitura na educação infantil constitui uma base forte, tendo intuito de tornar a leitura como algo natural, que traz sempre muitos benefícios, cabe ao professor o papel de mediador, sendo o responsável em inserir a criança neste universo simbólico desde o início da escolarização, em que a leitura em voz alta mostra que as marcas gráficas no papel favorecem a comunicação. A necessidade e a relevância da leitura são descritas por diversos pesquisadores. Nesse contexto, o objetivo deste artigo é apresentar o professor como um incentivador do processo de leitura por prazer na Educação Infantil, e algumas de suas práticas pra que esses momentos aconteçam. A construção desse trabalho efetivou-se a partir da necessidade de levarmos ao conhecimento da sociedade e dos demais professores o poder do hábito a leitura, acontecendo através de pesquisa bibliográfica e relatos de experiência, buscando subsídios para a conscientização a leitura no âmbito infantil. Concluímos que para formação do ser humano seja ela intelectual ou social a leitura constitui-se um subsídio de extrema importância.

Veja o artigo completo: PDF