Resumo Trabalho

CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM E SUAS IMPLICAÇÕES NO PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA

ANTÔNIA EDIVANEIDE DE SOUSA GONZAGA

O objetivo do presente estudo concentrou-se em analisar as concepções de avaliação da aprendizagem dos professores do curso de licenciatura em Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Campus Cajazeiras, e suas influências nas práticas avaliativas na formação docente. A pesquisa, de caráter descritivo, de abordagem predominantemente qualitativa, teve como sujeitos os professores do curso supracitado. Foram utilizados como instrumentos metodológicos de coleta de dados, questionários e entrevistas semiestruturadas, abordando aspectos relacionados às concepções avaliação da aprendizagem e à formação docente. Os dados coletados através das entrevistas realizadas com os professores foram discutidos à luz do enfoque fenomenológico, com base na hermenêutica proposta por Hans-Georg Gadamer (1900-2002). A partir da fusão de horizontes presentes nas falas dos profissionais participantes da pesquisa, foi possível estabelecer reflexões sobre o papel assumido efetivamente pela avaliação da aprendizagem no cenário da formação de docentes no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Campus Cajazeiras. Constatou-se que, apesar de muitos dos profissionais sinalizarem a intenção de realizar práticas de avaliação contínua, numa perspectiva formativa, ainda é muito forte a herança da avaliação vinculada à ideia de aplicação de testes, de mensuração. O estudo também indicou a necessidade de uma reformulação do projeto pedagógico do curso, vislumbrando as discussões sobre as disciplinas e, consequentemente, a forma como elas são trabalhadas e avaliadas no contexto do curso.

Veja o artigo completo: PDF