Resumo Trabalho

CONSTRUÇÃO DE JOGOS E PEDAGOGIA VISUAL: MEDIAÇÃO DA AQUISIÇÃO DA LIBRAS COMO LÍNGUA MATERNA POR CRIANÇAS SURDAS

SARAH MARIA DE OLIVEIRA

O presente estudo se propõe a descrever a experiência de construção de jogos analógicos utilizando ferramentas da comunicação para a mediação da aquisição da Libras como primeira língua (L1) por crianças surdas, adotando como referência a cultura surda. Trata-se de um relato de experiência sobre o processo de construção de jogos analógicos para crianças surdas visando a mediação da aquisição da Libras como L1, que ocorreu de fevereiro 2014 a setembro de 2015, na Universidade de Fortaleza. Participaram das atividades, seis alunos de Iniciação Científica do curso de Terapia Ocupacional (3), dentre eles uma aluna surda, Medicina (1) e Fonoaudiologia (2), todos da Unifor. Constituíram, ainda, o grupo, uma terapeuta ocupacional e orientadora do projeto, uma fisioterapeuta (surda) e uma publicitária. Durante o percurso adotou-se o diário de campo para o registro das informações. Os resultados apontam a percepção dos alunos quanto a relevância do seu processo de capacitação para a construção dos jogos analógicos, que adotou como diretriz a linguagem e suas variadas formas de comunicação concernentes ao colorido, ao contraste, à imagem e à escrita, considerando a visualidade e a cultura da criança surda. Concluiu-se que é determinante sensibilizar e capacitar os futuros profissionais quanto às peculiaridades sensoriais da criança surda durante o processo de construção de jogos analógicos contextualizados à cultura surda que favoreçam a mediação da aquisição da Libras como L1 pela criança surda.

Veja o artigo completo: PDF