Resumo Trabalho

NECESSIDADE DE POLÍTICAS PÚBLICAS ADEQUADAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL EDUCATIVA DOS ESTUDANTES ESTRANGEIROS NAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS.

LOURDES ANGÉLICA PACHECO CERMEÑO

Nos últimos anos, o processo de internacionalização da educação superior tem proporcionado oportunidades de se realizar estudos no exterior, o que motiva muitos estudantes a emigrarem em busca das vantagens de estudar fora. No entanto, muitas vezes não se consideram os obstáculos ou barreiras que o estudante estrangeiro terá que enfrentar, como o choque cultural, a língua e a metodologia, o que poderia atrapalhar ou mesmo impedir seus estudos. Por isso, é importante estabelecer políticas públicas adequadas que possam contribuir nesse processo de inclusão social educativa considerando a diversidade. Para consegui-lo, é preciso fazer mudanças e modificações nos conteúdos, enfoques, estruturas e estratégias com uma visão que inclua a todos os estudantes sem distinção. A inclusão educativa está relacionada ao princípio da educação para todos, e precisa de mudanças radicais na forma de pensar e desenvolver a educação nos tópicos do currículo, na atitude dos docentes e nos problemas que se apresentam dia a dia dentro das salas de aula, a fim de que todos os alunos sejam incluídos dentro das universidades. Palavras-chave: Políticas Públicas, Inclusão social, Estudantes estrangeiros.

Veja o artigo completo: PDF