Resumo Trabalho

O SURDO E O ENSINO DE LÍNGUA DE SINAIS: DIFERENÇA OU DEFICIÊNCIA?

EDNA RANIELLY DO NASCIMENTO FERNANDES

Resumo: A história dos surdos é perpassada pela cultura e pela língua num processo de avanços e retrocessos. Para compreende-la mais facilmente, é viável recorrermos a estudos que se comprometam com os aspectos sócio-históricos e culturais desse grupo social. Nosso objetivo geral é analisar as principais abordagens/metodologias educacionais direcionadas aos surdos. Utilizamos a metodologia qualitativa, a pesquisa bibliográfica e recortes de entrevistas semiestruturadas (LIBERALI e LIBERALI, 2011). O objetivo proposto foi alcançado, dado que, analisamos as abordagens e constatamos que a abordagem/metodologia bilíngue é a mais eficaz, haja vista que, ela respeita a cultura do surdo; valoriza a Língua de Sinais como língua natural (L1) do surdo; e, constrói seus alicerces nos parâmetros da diferença e não da deficiência. Palavras-chave: Surdo; Língua; Deficiência e Diferença.

Veja o artigo completo: PDF