Resumo Trabalho

JOGOS E BRINCADEIRAS COMO ESTRATÉGIA DE INCLUSÃO: UMA FERRAMENTA DE APOIO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE CRIANÇAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

TELMA MARIA DE OLIVEIRA SILVA

Resumo: O presente artigo apresenta uma reflexão sobre a utilização de jogos e brincadeiras na Educação Infantil. Através dos jogos e brincadeiras, a criança conhece a si mesma, o meio em que vive e as pessoas com as quais convive,são atividades que contribuem com o desenvolvimento da criança e possibilitam que ela interaja e sinta prazer em aprender. Através do lúdico, a criança tem a oportunidade de aprender de maneira ativa e motivadora, desenvolvendo relações de confiança e de autoestima. Sendo este estudo resultante de uma pesquisa em andamento e apresenta metodologia qualitativa, do tipo bibliográfica e documental, com o objetivo de demonstrar que tais recursos são capazes de contribuir no processo de desenvolvimento social, físico e cognitivo das crianças. Esta pesquisa embasou-se em livros sobre Políticas Públicas e Educação Infantil, documentos oficiais como LDB (9.3940/96), ECA de 1990 e Constituição Federal de 1988 e em estudos teóricos: Kuhlmann (1998), Piaget (1998), Rosemberg (2008), Veronese (1997) entre outros. Portanto, este estudo inicialmente tem buscado favorecer o desenvolvimento da aquisição de um breve passeio pela trajetória da Educação Infantil no Brasil e a efetivação dos direitos educacionais, em relação à criança com a sociedade. Os resultados apontam que o ensino efetivo da educação inclusiva necessita que a gestão educacional fique mais atenta as necessidades de atenção que a infância precisa.

Veja o artigo completo: PDF