Resumo Trabalho

O ENSINO INCLUSIVO DE QUÍMICA ATRAVÉS DO VISUAL: ESTRATÉGIAS DE ENSINO

JOSEANE TAVARES BARBOSA

Ao longo da historia da humanidade, a surdez foi vista como uma anomalia, um “castigo divino”, e não como uma diferença que deve ser respeitada por todos. Ao falarmos da educação de alunos surdos, percebemos as lutas enfrentadas por estes ao longo dos tempos, a falta de capacitação dos professores, de intérpretes, entre tantos outros agravantes. A pessoa surda apresenta um atraso na aquisição da linguagem, o que gera algumas dificuldades envolvendo sua aprendizagem, bem como a abstração de conceitos, retendo o surdo a circunstâncias mais concretas, e mais visuais. Porém, o surdo tem possibilidades de se desenvolver como qualquer outro, dando-lhes condições reais de aprendizagem, colocando-o em um ambiente linguístico favorável e considerando seus limites. Assim sendo, temos como objetivo principal o de assegurar que a inclusão do deficiente auditivo nas escolas regulares no ensino público evidenciando que, sim é possível, exemplificando nesse estudo principalmente na disciplina de química e como objetivo secundário contribuir com a exemplificação de uma metodologia para os docentes que atuam com alunos com deficiência auditiva.

Veja o artigo completo: PDF