Resumo Trabalho

A ARTICULAÇÃO ENTRE O PROFESSOR DO AEE E O PROFESSOR REGULAR PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: UM ESTUDO NA CIDADE DE ITAJUBÁ-MG

VÍVIAN MARTINS RIBEIRO

O presente projeto foi concebido a partir dos esforços do Grupo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Tecnologias, Educação em Ciências e Inclusão da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) – vinculado ao programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências dessa instituição – e objetiva analisar e descrever como os professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE) do município têm se articulado com os professores das salas regulares das escolas públicas estaduais para promover o ensino e aprendizagem de Ciências Biológicas aos alunos Público Alvo da Educação Especial. Tal articulação é prevista na legislação como uma atribuição do professor do AEE, e deve ser feita junto aos professores das classes regulares de modo complementar ou suplementar aos conteúdos específicos de cada disciplina. Essa proposta justifica-se na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, marco mais recente em termos de legais das políticas afirmativas para as Pessoas com Deficiência (PCDs), que incentiva as pesquisas no âmbito educacional para o desenvolvimento de novos métodos e técnicas pedagógicas para as PCDs. Além disso, ensinar Ciências Biológicas na perspectiva da Educação Inclusiva torna-se imprescindível para a formação social dos indivíduos: para o conhecimento do próprio corpo e das relações com a natureza, higiene e prevenção de doenças, saúde e alimentação, entre outros. A abordagem qualitativa será utilizada como pressuposto metodológico, com pesquisa de campo para realizar entrevistas com os professores do AEE. As pesquisas serão transcritas e analisadas segundo a teoria de Análise de Conteúdo proposta por Bardin.

Veja o artigo completo: PDF