Resumo Trabalho

AS TIDC’S E O ENSINO DE FILOSOFIA: ALGUMAS REFLEXÕES A PARTIR DA ATUAÇÃO DO PROFESSOR

MARIA CATARINA ANANIAS DE ARAUJO

: O presente artigo tem por objetivo analisar a inserção das Tdic’s no ensino de filosofia e seus desdobramentos nessa área do conhecimento, bem como a atuação do professor –filosofo mediante o surgimento dessas novas ferramentas metodológicas observando aspectos como a formação crítica do aluno e a relação com o uso dessas novas tecnologias. As Tidc’s chegaram definitivamente a escola e provocaram uma verdadeira “revolução” no contexto da sala de aula, impactando diretamente a prática docente. No que diz respeito ao ensino de filosofia, particurlanente, é importante pontuar questões fundamentais que tangem a atuação do professor e a promoção do sendo crítico por meio das mesmas. É inegável que as novas ferramentas tecnológicas têm ocupado um espaço importante nas discussões teóricas sobre o ensino de filosofia e na própria prática docente, entretanto é necessário pensar aspectos que também são fundamentais e carecem de uma reflexão um pouco mais aprofundadas tais como: A formação do professor, disponibilidade das Tdic’s na escola e as possibilidades de desenvolvimento do senso crítico através delas. Às novas tecnologias aplicadas a educação promovem inovação no ensino de modo geral, porém o que precisamos observar é se o uso dessas ferramentas pelo professor de filosofia tem sido capaz de promover a criticidade e a problematização nas aulas dessa importante disciplina. Acreditamos nas potencialidades do uso de novas tecnologias educacionais no processo de ensino-aprendizagem de filosofia, contudo e preciso ressaltar que eles não se fazem por si só e que é necessário formar e dar boas condições de trabalhos para que os profissionais da filosofia tenham êxito no uso desses recursos metodológicos e assim contribuir para uma formação escolar sólida e cidadã.

Veja o artigo completo: PDF