Resumo Trabalho

A INFLUÊNCIA DAS DANÇAS FOLCLÓRICAS NA FORMAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM CONTEXTO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

MARIA TEREZA DE OLIVEIRA

Trata-se de uma experiência realizada no Instituto de Arte, Cultura e Educação Popular Maurício Fernandes, localizado a Praça Senador Dinarte Mariz, nº 182, Centro, município de São Gonçalo do Amarante, Rio Grande do Norte. O projeto “Criança e Danças Folclóricas” existe desde 2005 e atualmente atende 34 crianças e adolescentes entre 6 e 13 anos que frequentam as escolas públicas do município nas primeiras séries do ensino fundamental, semanalmente aos sábados, no turno matutino na sede da instituição. O foco central do projeto são as danças infantis folclóricas especialmente a dança do Pastoril e a dança do Boi Calemba com vistas a inclusão social na perspectiva de proporcionar as crianças coordenação, equilíbrio, ritmo, postura, socialização, respeito, liberdade, cidadania, justiça, democracia, direitos humanos, tolerância, igualdade e solidariedade. O objetivo geral do projeto é despertar o interesse pela cultura popular e a importância da dança na formação e desenvolvimento intelectual das crianças e dos adolescentes. Tem como objetivos específicos compreender a dança enquanto instrumento de socialização para a formação de cidadãos críticos, participativos e responsáveis; conhecer a história e origem da dança do Pastoril e do Boi Calemba e proporcionar a integração entre crianças, adolescentes e familiares através do contato com as diversas manifestações populares e artísticas. A prática da dança proporciona a autoestima em relação à evolução da criatividade, espirito de liderança e de cooperação, além de exteriorização dos sentimentos, gestos e um significado cultural e social para cada cidadão.

Veja o artigo completo: PDF