Resumo Trabalho

MONITORIA COMO PRÁTICA PROMOTORA DE INCLUSÃO NO CONTEXTO UNIVERSITÁRIO

POLLYANA VERISSIMO DE ARAÚJO

Buscando ampliar as discussões sobre as evidências da monitoria como uma alternativa de inclusão, e diante da necessidade de atender adequadamente à um aluno com deficiência visual e física, regularmente matriculado em uma disciplina com monitoria, pareceu oportuno traçar como suposição de trabalho que a monitoria é uma ferramenta de inclusão. Assim, o presente estudo tem o objetivo geral de descrever as adaptações feitas pela monitoria para as três principais avaliações da disciplina metodologia do trabalho científico. Especificamente, buscou-se verificar a percepção do aluno com deficiência física e visual frente às adaptações realizadas a partir das ações da monitoria. Para tanto, contou-se com a participação de um aluno regularmente matriculado em um curso de bacharelado do campus I da Universidade Federal da Paraíba. O instrumento utilizado foi uma entrevista semiestruturada, contendo três perguntas referentes às adaptações das avaliações, além de um bloco para contribuições e sugestões. Através disso os resultados revelaram uma possível contribuição da monitoria na inclusão dos alunos com deficiência no ensino superior. Portanto, conclui-se que pesquisas futuras sobre a temática podem ratificar o potencial dessas características e ampliar essa discussão, fortalecendo assim a proposta da monitoria e a inclusão, para que se possa ter uma prática mais equilibrada, favorecendo a busca pela qualidade no processo de aprendizagem e de formação humana.

Veja o artigo completo: PDF