Resumo Trabalho

DIVISÃO CELULAR: UMA PROPOSTA LÚDICA PARA O ENSINO DE BIOLOGIA DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA

THIAGO SOUSA DUARTE

Uma reflexão necessária de ser feita atualmente é sobre a forma como o estudante surdo se encontra inserido dentro do contexto escolar, pois não basta somente inseri-lo, mas também é preciso proporcionar a ele os recursos que o permitam desenvolver e ampliar o seu potencial educacional. Diante disso, o presente artigo tem como objetivo apresentar uma proposta didática para alunos surdos sobre o assunto divisão celular, e investigar sua efetividade no processo de ensino e aprendizagem, discutindo suas principais vantagens e desvantagens dentro da sala de aula. O material produzido trata-se de um jogo que aborda através de montagens ilustrativas todas as fases da mitose e meiose. O material foi aplicado em uma turma de primeiro ano do ensino médio que possuía 4 alunos surdos, o que tornou o cenário ideal para que o recurso fosse devidamente avaliado e melhorado. A utilização do material ocorreu dois momentos, no primeiro o aluno sorteava aleatoriamente uma das fases de divisão, que estavam escritas em tiras de papel e alojadas em um recipiente, e em seguida tentava montar a respectiva fase utilizando os elementos disponíveis no jogo. Analisando as reações produzidas pelos alunos durante a atividade, podemos inferir que o material foi capaz de proporcionar um ambiente igualitário, onde a maneira diferenciada de abordagem do conteúdo afetou positivamente todos os envolvidos, principalmente os alunos especiais. Logo, torna-se necessário a produção de novas alternativas didáticas que venham contribuir para construção de conhecimento, formação educacional e cidadã do aluno.

Veja o artigo completo: PDF