Resumo Trabalho

RELIGIOSIDADE AFRICANA E INTOLERANCIA: ESTIMULANDO A TOLERÂNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR.

THERESA RACHEL MENDES DA SILVA RODRIGUES

RESUMO: O Brasil enquanto país laico garante a liberdade religiosa, que é um direito humano como instituído no artigo V da constituição federal, porém, as expressões de intolerância religiosa se demonstram pertinentes aos mais diversos credos, principalmente as religiões de matriz africana. A escola é um espaço/tempo de formação, (re) produção e enfrentamento de preconceitos e de intolerâncias diversas, visto que disciplinas de humanas como - ensino religioso e história contribuem significativamente para estimular a discussão e o debate sobre a realidade intolerante com as expressões de religiosidade e culturais africanas. Dessa forma, a intencionalidade deste artigo é tratar sobre a educação escolar, em destaque na modalidade EJA – educação de jovens e adultos, para a reflexão e conscientização de que a garantia da liberdade religiosa implica no combate a intolerância a partir da experiência em sala de aula com a exposição dos conteúdos voltados para as religiões e expressões religiosas de matriz africana conhecidas em sua maioria por macumba. O artigo também é uma pesquisa bibliográfica que sustenta algumas vivencias no cotidiano da escola e sala de aula sobre a realidade da intolerância religiosa. Palavra Chave: Intolerância. Religiosidade Africana. Tolerância. Escola. EJA

Veja o artigo completo: PDF