Resumo Trabalho

HÁBITOS ALIMENTARES DE ADOLESCENTES NAS VÁRIAS REGIÕES DO BRASIL

PAULA TARCIANA SOARES DE HOLANDA

A adolescência, situada entre a infância e a vida adulta é uma fase muito importante no desenvolvimento do ser humano, onde ocorrem transformações biológicas, cognitivas, emocionais e sociais. A alimentação inadequada é um dos principais fatores de risco comportamental relacionados com a atual epidemia das DCNT, doenças crônicas não transmissíveis as quais são as principais causas de mortes no Brasil e no mundo. O presente trabalho teve como objetivo o levantamento de dados para caracterização dos hábitos alimentares de adolescentes das várias regiões do Brasil. A metodologia está baseada numa pesquisa bibliográfica e descritiva, onde para a coleta de dados foi utilizado o Sistema IBGE na Plataforma Digital de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A descrição dos indicadores demonstra que o perfil geral dos alunos do 9º ano, no que tange aos comportamentos associados à realização de refeições, é bom. A observação do período 2009/2015, para estudantes dos Municípios das Capitais, evidencia crescimento na proporção daqueles que referiram hábito de compartilhar refeições com os pais (10,5% ). Houve crescimento de 4,5% no relato de consumo de desjejum e redução do percentual de alunos que relataram comer enquanto assistem televisão: de 64,6% para 60,5%. Embora 86,6% dos alunos brasileiros de escolas públicas informem oferta de merenda escolar apenas 38,1% deles consomem as refeições. Destaca-se os benefícios de ambientes propícios à realização de refeições e de seu caráter socializador. Nesse sentido, é fortemente recomendado que as refeições sejam compartilhadas com outras pessoas e realizadas em locais sem televisão.

Veja o artigo completo: PDF