Resumo Trabalho

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO PARA PESSOAS SURDAS

SOLANGE OLIVEIRA GOMES DE ARAÚJO

Tendo em vista que surdez não é apenas uma deficiência, se trata de pessoas com uma língua, cultura e identidade própria, e é na escola que estas pessoas se descobrem como sujeitos integrantes de uma comunidade e usuários de uma língua, que neste caso a sua língua materna é a língua de sinais (L1) e o português vem como segunda língua (L2). Esta pesquisa teve como objetivos: Promover o desenvolvimento intelectual, tornando o surdo capaz de assimilar o que ler nos dois idiomas, possibilitar o letramento e a alfabetização em Língua de sinais como L1(Primeira Língua) e português como L2 (Segunda Língua) e promover o entendimento semântico em L1 e L2, para um melhor desenvolvimento educacional da pessoa surda. Sendo desenvolvida no CAS/PB. (Central de Atendimento ao Surdo), tendo como tipo de pesquisa avaliativa, interventiva e descritiva, como instrumentos de coleta foram utilizadas atividades estruturadas em LIBRAS e em português, participaram da pesquisa 12 (doze) pessoas surdas matriculadas no ensino regular em escolas e anos diferenciados, que frequentam regularmente o Centro de Atendimento ao Surdo (CAS/PB), com a finalidade de aprender o português como segunda língua, sendo observado a leitura e o letramento em português e em LIBRAS. As pessoas surdas envolvidas neste processo apresentaram maior autoestima, socialização e interesse em aprender. Diminuindo a evasão escolar e aumentando o empenho deles em aprender o português como segunda língua na modalidade escrita; além de conhecerem a cultura surda e a cultura ouvinte através dos temas trabalhados.

Veja o artigo completo: PDF