Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM CAMPINA GRANDE, PARAÍBA

THAYANNA MARIA MEDEIROS SANTOS

A Educação Ambiental pode contribuir efetivamente para renovar o processo de ensino, assim, considera-se que o ensino inclusivo permiti que todos os alunos recebam o ensino adequado às suas habilidades, interesses e necessidades. Para tanto, esta pesquisa objetivou objetivo avaliar a percepção, sobre Educação Ambiental e Educação Inclusiva, de alunos da 3ª série do ensino médio de uma escola pública em Campina Grande, Paraíba. Foram entrevistados 30 alunos da 3ª série do ensino médio, os dados foram coletados por meio de um questionário constituído de 7 questões, sendo 5 em escala de Likert e 2 questões abertas sobre Educação Ambiental e Educação Inclusiva na escola. Os resultados reportaram que 87,0% dos alunos considera importante desenvolver a Educação Ambiental como proposta inclusiva no ambiente escolar e 80,0% deles percebem que os alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE) envolvem-se nas práticas ambientais, quando desenvolvidas. 83,3% dos alunos percebem que a Educação Ambiental contribui com a inclusão de pessoas com NEE. Nas questões abertas os alunos consideram que a Educação Ambiental é a relação de conhecimento e práticas de cuidado com o meio ambiente e percebem a importância da Educação Ambiental no processo de inclusão de alunos com NEE. Considera-se importante desenvolver ações em Educação Ambiental como proposta inclusiva, de modo holístico, interdisciplinar e com as diferenças e singularidades dos alunos em sala de aula.

Veja o artigo completo: PDF