Resumo Trabalho

FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO: TEORIA E PRÁTICA EM CURSOS DE LICENCIATURA NO IFRN

EVA LÍDIA MANIÇOBA DE LIMA

No processo de construção de espaços escolares inclusivos, a etapa inicial da formação docente assume caráter fundamental. Pesquisas apontam lacunas e fragilidades na formação inicial dos professores, no tocante à educação na perspectiva inclusiva (MANTOAN, 2011), correndo-se assim, o risco de que esta etapa formativa, permaneça mais centrada em conhecimentos teóricos e instrucionais, descolados da realidade geralmente encontrada nas salas de aula regulares. Com base nas pesquisas de Pimenta (2012) e Tardif (2014) em relação a práxis docente e formação de professores bem como os escritos de Mantoan (2011, 2015) e Silva (2014) no tocante à formação docente na perspectiva inclusiva em contextos educacionais, este artigo pretende ressaltar a importância da vivência de práticas pedagógicas inclusivas, já durante a formação inicial de professores vivenciadas junto a uma turma de Licenciatura em Letras Espanhol, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) durante o curso da disciplina Educação Inclusiva. Após avaliação realizada junto aos estudantes em relação à vivência das atividades então propostas, foi possível verificar a relevância dos conhecimentos então construídos, para a significação e complementação dos saberes docentes necessários à efetivação de práticas pedagógicas inclusivas. Tornou-se também evidente, a relevância das contribuições advindas da necessária relação entre o conhecimento da legislação e fundamentos teóricos na perspectiva inclusiva e a aplicação prática dos mesmos em situações do cotidiano escolar dos professores.

Veja o artigo completo: PDF