Resumo Trabalho

A SÍNDROME DE DOWN: CONCEPÇÕES DOS DOCENTES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS NA INCLUSÃO DA CRIANÇA NA SALA DE AULA REGULAR

MARIA DO CARMO DO NASCIMENTO

Diante a nossa sociedade, a ideia de inclusão é fruto de um momento histórico em transformação envolvendo aspectos políticos, culturais, sociais e filosóficos. A inclusão de uma criança com síndrome de Down em diversos âmbitos da sociedade tem sido motivo de muita polêmica, principalmente no sistema educacional brasileiro, devido à complexidade de fatores a serem revistos para sua implantação, os professores tem que saber lhe dar com cada aluno e suas dificuldades seja ele com deficiências ou não. Uma das formas é se investir nas possibilidades de desenvolvimento da criança com Síndrome de Down é a compreensão de que a síndrome não e uma doença, que pode ser prevenida, que se tem cura ou tratamento para se diminuir o grau do comprometimento na base cognitiva. A participação dos pais com a escola é de muita importância, e fundamental para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças, pois elas se sentem, mas confiantes com a interação, claro que nem sempre é fácil. A nossa pesquisa relata sobre esse conceito, ela é de caráter qualitativa, utilizando-se de um estudo de caso sobre a síndrome de Down: Concepções dos docentes, desafios e perspectivas na inclusão da criança na sala de aula regular. Esse estudo foi desenvolvido com docentes da rede Pública Municipal do município de Araruna/PB buscando opiniões e informações referentes á temática que trata sobre a síndrome de Down, a pesquisa foi realizada em forma de questionário onde continha 10 questões, para obtermos o conhecimento de suas opiniões referente a essa inclusão.

Veja o artigo completo: PDF