Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DE ACESSIBILIDADE PARA SURDOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE CONSUMO

JULIANA DOS SANTOS KRÜGER

Este trabalho se propôs a analisar três sites brasileiros de compras através da internet e apresentar alternativas para acesso às informações, nestes meios, de forma acessível para o público surdo. As análises foram baseadas nas diretrizes e recomendações da World Wide Web Consortium (W3C) atendidas através das diretrizes Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) versão 2.1, diretrizes para a criação de pistas proximais e testes automáticos baseados na WCAG 2.0. Os resultados obtidos apresentam-se como argumento sobre a importância do investimento em ferramentas que tornem ambientes de consumo online mais acessíveis. A identificação de potenciais públicos de compra e o desenvolvimento de estratégias de acessibilidade são, uma questão de pleno atendimento às leis brasileiras, e uma forma de inclusão.

Veja o artigo completo: PDF