Resumo Trabalho

A POLÍTICA NACIONAL DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A RESIGNIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES ESPECIALIZADAS DIANTE DO PARADIGMA DA INCLUSÃO EDUCACIONAL.

FRANCISCA JANAINA DANTAS GALVÃO OZÓRIO

O presente estudo é uma pesquisa em andamento que tem por objetivo precípuo analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas pelas Instituições Especializadas que atendem alunos público alvo da Educação Especial incluídos nas escolas regulares do Município de Fortaleza, a partir da Política Nacional da Educação Especial/2008, na perspectiva de trabalhar em prol da inclusão. Parte-se do pressuposto de que tais Instituições Especializadas tornaram-se relevantes diante do paradigma da inclusão escolar, principalmente, por atuarem numa perspectiva complementar e não substitutiva como forma de garantir que a escolarização dos alunos público alvo da educação especial aconteça nas escolas regulares. Nesse sentido, o estudo desse objeto nos ajudará a responder as seguintes questões: como as instituições especializadas desenvolvem o trabalho pedagógico a partir da Política Nacional da Educação Especial 2008, na perspectiva da Educação Inclusiva? Quais práticas pedagógicas são desenvolvidas? Como instrumentos metodológicos utilizaremos a análise documental, a observação e a entrevista a partir da abordagem de pesquisa qualitativa do tipo exploratória. Os sujeitos investigados serão os profissionais das Instituições Especializadas que atuam com esses alunos. Para subsidiar o objeto de investigação, utilizaremos os estudos de Gomes (2016), Mantoan (2011) e Mazzotta (1999), assim como a Legislação Inclusiva vigente. A partir dessa investigação, deseja-se que novas reflexões surjam na perspectiva de ampliar as discussões sobre as concepções, estratégias e práticas pedagógicas que orientem as ações das Instituições Especializadas, vislumbrando no futuro uma educação inclusiva no qual cada um se aproprie do conhecimento segundo suas possibilidades. Palavras-chave: Instituições Especializadas, Educação Especial, Política Nacional da Educação Especial.

Veja o artigo completo: PDF