Resumo Trabalho

AVALIANDO O DESENVOLVIMENTO POTENCIAL DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: UM ESTUDO EMPÍRICO

CRISTINA LÚCIA MAIA COELHO

Os avanços no processo de inclusão no contexto educacional são evidentes, entretanto dimensões cognitivas lógicas dos alunos com deficiência intelectual ainda parecem ser pouco exploradas. Estudos indicam que os alunos com deficiência intelectual apresentam relativa plasticidade intelectual quando submetidos à intervenções com mediadores. A pesquisa pretende analisar o desenvolvimento cognitivo em especial na dimensão lógica de alunos com deficiência intelectual após serem submetidos às intervenções psicopedagógicas numa perspectiva da avaliação interativa com jogos padronizados. Numa metodologia empírica e longitudinal, através da aplicação de um protocolo com atividades com jogos eletrônicos (GCompris), material concreto (escala de Cuisenaire) e da Caixa Lógico Simbólica, compararam-se os desempenhos dos alunos antes e após a intervenção com a mediação. O desempenho no grupo no pré-teste indicou uma fixação do grupo no pensamento pré-operacional. Os resultados preliminares demonstraram avanços nas dimensões com destaque para Contagem e Matrizes Lógicas. O pós-teste revelou ganhos nas habilidades lógicas, promovendo a mudança de estratégias, a descentração e a reversibilidade. O estudo apontou a eficácia das intervenções na perspectiva da avaliação interativa no desenvolvimento das dimensões lógicas através do lúdico em alunos com deficiência intelectual revelando a sensibilidade dos mesmos às ações mais individualizadas. Neste paradigma, as dimensões afetivo-emocional e relacional tornaram-se relevantes, potencializando as habilidades metacognitivas.

Veja o artigo completo: PDF