Resumo Trabalho

PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE GEMOETRIA MOLECULAR E POLARIDADE PARA TURMAS INCLUSIVAS COM ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

MARCELLA SEIIKA SHIMADA

O ensino de química para alunos com deficiência visual (DV) exige grande número de adequações, em função da linguagem cientifica e abstrata dessa ciência. Com base nesse pressuposto, o objetivo deste trabalho é os desenvolvimentos de materiais didáticos táteis que promovam a inclusão. Após a análise de um livro de química acessível escolheu-se o tema geometria molecular e polaridade das ligações covalentes, para ser trabalhado. Foram apresentados a sequência didática bem como os materiais de apoio, considerando que a adaptação não se resume apenas em representar a linguagem não-verbal em relevos, pois deve estabelecer significados para o aluno. Os materiais foram avaliados e submetidos a um processo de validação por uma professora de educação especial e uma voluntária com DV

Veja o artigo completo: PDF