Resumo Trabalho

SANEAMENTO AMBIENTAL NO BRASIL: SÉRIE HISTÓRICA DA TAXA DE MORTALIDADE ATRIBUÍDA A FONTES DE ÁGUA INSEGURAS, SANEAMENTO INSEGURO E FALTA DE HIGIENE

NEWTON CARLOS SANTOS

A falta de saneamento básico pode acarretar uma série de impactos negativos sobre a saúde da população. Portanto, este trabalho tem como objetivo realizar o levantamento da série histórica entre os anos de 2000 a 2015 da taxa de mortalidade brasileira em diferentes faixas etária sendo essa taxa atribuída a fontes de água inseguras, saneamento inseguro e falta de higiene, de acordo com os dados fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. A metodologia está baseada numa pesquisa bibliográfica e descritiva, onde para a coleta de dados foi utilizado o Sistema IBGE na Plataforma Digital de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com base nas análises dos dados, foi possível observar que os maiores índices de mortalidades foram os do grupo composto por pessoas idosas onde compreenderam a faixa etária de 80 anos ou mais. Pode-se concluir que o saneamento básico e a higiene é um fator decisivo para a diminuição destas taxas de mortalidade, assim como a melhoria dos serviços de tratamento de água onde trazem impactos na melhoria de vida da população.

Veja o artigo completo: PDF