Resumo Trabalho

REFLEXÃO DE PRÁTICAS INCLUSIVAS NOS FAZERES DA EDUCAÇÃO INFANTIL

LUCINEIDE CRUZ ARAUJO

Repensar o papel da escola inclusiva significa (re)visitar o seu dia a dia e refletir sobre suas ações a fim de trazer elementos que contribuam para a construção de uma escola para todos. Dentre esses elementos, encontram-se o papel do professor enquanto mediador do conhecimento e o desenvolvimento de suas ações pedagógicas que devem estar voltadas para atenderas necessidades da criança. O presente trabalho busca discutir a importância de práticas pedagógicas baseadas na necessidade de se obter um processo de desenvolvimento cognitivo que seja dinâmico,desafiador e prazeroso ao aluno NEE, instigando o desenvolvimento de suas múltiplas competências. Portanto o aspecto da inclusão que aqui trataremos é diz respeito a inserção de atividades inclusivaspara uma criança com NEE, prática vivenciada com um grupo de crianças- turma 3 do Núcleo de Educação da Infância da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – contando a participação de duas professoras do grupo, duas bolsistas e 22 crianças na faixa etária entre 4 e 5 anos. Ao desenvolvermos uma prática pedagógica voltada para atender as necessidades educativas especiais desta criança, favorecemos seu desenvolvimento e oportunizamos condições efetivas de aprendizagem e desenvolvimento de suas potencialidades. Realizamos estratégias de ensino e aprendizagem integrando recursos metodológicos disponíveis e criando situações de aprendizagem que auxiliaram a criança na construção de novos conhecimentos; para desenvolvimento da sua autonomia e independência, respeitando seu ritmo, incluindo a orientação às famílias o que deu aos educadores e familiares subsídios para trabalhar as necessidades da criança.

Veja o artigo completo: PDF