Resumo Trabalho

INCLUSÃO ESCOLAR: AS ESPECIFICIDADES DO TRANSTORNO OPOSITOR DESAFIADOR NO CONTEXTO EDUCACIONAL

ANA PAULA SILVA ANDRADE JORGE

Esse trabalho apresenta uma revisão de literatura assistemática, com diversos autores que estudam sobre o transtorno opositor desafiador, suas definições de acordo com o código internacional de doenças (CID 10) e o manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM-V) e sobre a inclusão escolar destes alunos que precisam ser respeitados em suas especifidades. Numa tentativa de compreender os processos que envolvem esse transtorno e a inclusão destes alunos no contexto educacional, sabendo-se que este transtorno não afeta diretamente a aprendizagem, visto que não possuem limitações cognitivas ou físicas que o impeçam, mas o seu comportamento diferenciado e a falta de formação docente podem ser um atrapalho neste contexto. Inicia-se com a conceituação de inclusão social e de inclusão escolar, definimos e diferenciamos os transtornos de aprendizagem de dificuldades de aprendizagem, as definições especificas do transtorno opositor desafiador e as características inclusivas deste processo. Observou-se que as consequências acarretadas pelo transtorno podem levar a problemas emocionais graves, além do fracasso e da evasão escolar. Sendo assim foram utilizados alguns autores importantes para a área, assim como artigos mais recentes que se posicionam quanto a proposta inclusiva.

Veja o artigo completo: PDF