Resumo Trabalho

EXPERIÊNCIA DE EXTENSÃO COM ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL: BUSCANDO A INCLUSÃO NO ENSINO SUPERIOR

JOSÉ DINALDO MARTINS DA SILVA

José Dinaldo Martins da Silva (UFCG) Orientadora: Profa. Dra. Sonia Maria de Lira (UFCG) A participação dos estudantes com deficiência visual no Ensino Superior ainda é pequena, por isso em 2017 foi encaminhada uma ação interdisciplinar em escola de Campina Grande que possuía quatro estudantes com cegueira, cursando o 3º ano do Ensino Médio. A ação contou com a participação de estudantes de Licenciatura da UFCG e com apoio do Núcleo de Educação Especial da UEPB. O objetivo consistiu em desenvolver atividades em sala de aula, incluindo temas das diversas ciências, humanas e exatas, contribuindo para o ingresso daqueles estudantes no Ensino Superior. Durante as atividades a equipe preparou diversos recursos táteis para Geografia, História, Artes, Química e Matemática, desenvolvendo aulas com temas escolhidos pelos docentes, além de aplicar simulados do ENEM no contra-turno, no Instituto dos Cegos de Campina Grande. Houve intensa participação dos estudantes com cegueira tanto nos debates quanto no uso dos recursos táteis, como também na execução dos simulados. Atualmente, os quatro estudantes encontram-se matriculados em universidades de Campina Grande: três na UFCG e um na UEPB, nos cursos de Letras, Psicologia e Música. Sabemos que a extensão não foi a única responsável por tal ingresso, mas cumpriu seu papel social nesse processo. Palavras-chave: Inclusão, Ensino Superior, Deficiência Visual.

Veja o artigo completo: PDF