Resumo Trabalho

A DIVERSIDADE ETNICORRACIAL NA CONCEPÇÃO DE PROFESSORAS DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MIRTES APARECIDA ALMEIDA SOUSA

O debate acerca da diversidade está cada vez mais presente na sociedade e também vem ocupando um lugar central na educação, especialmente depois que a legislação educacional brasileira orientou a incorporação do tema aos currículos da educação básica. A causa dos afro-brasileiros ganhou mais relevo a partir dos anos 1990 em decorrência de reivindicações coletivas buscando afirmação da sua identidade e o reconhecimento dos seus direitos (MOEHLECKE, 2009). Nesse contexto, a diversidade etnicorracial ganhou grande evidência entre os docentes (GOMES, 2007), que passaram a discutir a importância da população negra enquanto grupo identitário e sua contribuição para a história e a cultura do nosso país. Candau (2012) evidenciou a forte presença das diferenças em nossas escolas. A educação para a diversidade requer uma abordagem conceitual e prática consistente, pois ainda é um assunto polêmico por demandar posicionamentos sobre inclusão, preconceito, discriminação, desigualdades sociais, religião, dentre outros aspectos. Este artigo discute as concepções pedagógicas de quatro professoras dos anos iniciais do ensino fundamental de uma escola pública acerca de questões etnicorraciais. Os dados analisados fazem parte de uma pesquisa qualitativa (MINAYO, 2008) realizada mediante o emprego de questionários e entrevistas. No contexto analisado, as exigências legais constituem fator determinante na abordagem da temática pelas professoras, que o fazem segundo uma perspectiva de conciliação das diferenças, embora persistam preconceitos em relação às religiões de matriz africana.

Veja o artigo completo: PDF