Resumo Trabalho

AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM DA CRIANÇA SURDA FILHA DE PAIS OUVINTES: A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NESSE PROCESSO

ELAINE TÓTOLI DE OLIVEIRA

O processo de comunicação dos sujeitos, normalmente, ocorre por meio da linguagem verbal dependendo da audição. Quando se trata de criança surda este paradigma é quebrado. Portanto propôs-se a realização deste estudo abordando algumas situações vivenciadas no cotidiano da criança surda filha de pais ouvintes. A pesquisa objetiva-se na análise sobre o impacto do diagnóstico da surdez e o processo de aceitação da família. Verifica-se a língua materna da criança surda considerando que seu primeiro contado deu-se com usuários da língua oral, seus pais. Salienta-se a importância do envolvimento familiar nesse processo e o quanto essa interação e relação interferem no desenvolvimento emocional e sociointeracional da criança surda. Pôde-se analisar o compartilhamento entre família e escola na formação dessa criança e o uso da língua de sinais como forma de comunicação da mesma. Este estudo foi desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica qualitativa, tendo como base a teoria de vários autores que se empenharam em estudar o processo de desenvolvimento cognitivo e de aquisição da linguagem de crianças surdas. Por meio desta pesquisa, pretende-se contribuir com aqueles que buscam esses conhecimentos, com o objetivo de auxiliar e/ou direcionar familiares ouvintes que se deparam com diagnóstico da surdez de seu filho.

Veja o artigo completo: PDF