Resumo Trabalho

A INCLUSÃO DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: CONTRIBUIÇÕES PARA O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DOS ESTUDANTES

MÔNICA BATISTA DA SILVA

Neste artigo tratamos da inclusão da Iniciação Científica na educação básica, em uma escola, com o segmento do ensino médio na cidade de Caruaru-PE, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/CAA). Temos como objetivo geral deste artigo analisar as contribuições da Iniciação Cientifica e seus desdobramentos para a aprendizagem dos estudantes; e como objetivos específicos apresentar o projeto de iniciação cientifica e identificar as principais contribuições desta para o processo de aprendizagem dos estudantes. Nessa direção, tomamos como referências principais Arantes e Peres (2015) que tratam dos primeiros incentivos a iniciação científica no ensino médio no Brasil e Libâneo (1994) que discute o processo de aprendizagem. Do ponto de vista metodológico tratamos do estudo de caso, de abordagem qualitativa (LUDKE; ANDRÉ, 1986). Os participantes foram nove estudantes do 1º ano do ensino médio. Como principais achados, vimos que a inserção da iniciação científica na escola auxiliador no processo de aprendizagem dos estudantes, no que tange a reflexão, indagação, busca, construção, sistematização, compartilhamento e inserção em eventos acadêmicos, além de postura mais reflexiva diante dos fenômenos sociais que se encontram em seu entorno.

Veja o artigo completo: PDF