Resumo Trabalho

DESAFIOS E POSSIBILIDADES NA ATUAÇÃO DOS TRADUTORES E INTÉRPRETES DE LÍNGUA DE SINAIS NAS AULAS DE LÍNGUA ESPANHOLA

GUEIDSON PESSOA DE LIMA

O presente trabalho se propõe a refletir a respeito do ensino de língua espanhola na interface com a Surdez, destacando os desafios e possibilidades de atuação dos Tradutores Intérpretes de Língua de Sinais (TILS), em sala de aula regular. Trata-se de um recorte de um Trabalho de Conclusão de Curso, vinculado ao Curso de Licenciatura em Espanhol, do IFRN, campus Natal Central. Tomamos como aportes teóricos os estudos de Souza (2010) e Lisboa (2009), que tratam a respeito da Língua Espanhola; as pesquisas de Perlin, Strobel (2008), no que se refere aos conceitos relacionados ao Surdo e ao Deficiente auditivo; os escritos de Gesser (2009) que explicam a respeito da língua brasileira de sinais (Libras); as concepções teóricas de Souza (2015) que estabelecem uma relação entre o Surdo e a Libras; bem como nas pesquisas de Lacerda (2003) que tratam sobre os tradutores Intérpretes de Língua de Sinais. Trata-se de uma pesquisa desenvolvida nos moldes qualitativos, com caráter exploratório, materializada através da aplicação e análise de um questionário aplicado junto aos TILS atuantes no IFRN. Concluímos que é possível uma atuação de qualidade dos TILS em sala de aula regular, durante as aulas de língua espanhola, desde que seja construído um conhecimento prévio, proporcionando um processo formativo, de construção de conhecimento na língua, bem como, criado momentos de estudo e planejamento junto ao professor ministrante da disciplina.

Veja o artigo completo: PDF