Resumo Trabalho

ENSINO-APRENDIZAGEM DE CHARGE NA EJA: UMA EXPERIÊNCIA NO CONTEXTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

PAULO RICARDO FERREIRA PEREIRA

Na modalidade de ensino EJA (Educação de Jovens e Adultos), observa-se que as práticas pedagógicas distinguem-se dos processos didáticos e metodológicos comuns à modalidade de ensino regular, dadas as especificidades dos sujeitos envolvidos - jovens e adultos. Neste estudo, propomo-nos refletir sobre os resultados obtidos durante o estágio supervisionado de Língua Portuguesa realizada em uma turma do 2º ciclo da EJA. Nesse estágio, desenvolvemos atividades de leitura centradas no gênero textual charge. Tomamos como base dessa experiência as considerações de estudiosos do ensino de língua materna centrado no gênero textual. Também como aporte teórico, alicerçamo-nos nas considerações de Schneuwly e Dolz (2004), Menegolla e Sant’anna (2003), Luckesi (2011), Girotto e Souza (2011), Reinaldo (2001), Marcuschi (2008), Travaglia (2009), dentre outros. Nessa experiência pedagógica, utilizamos aulas mais práticas do que teóricas, visto que as aulas ministradas na EJA possuem uma abordagem teórica e metodológica que as diferem das outras modalidades de ensino (ALMEIDA, 2016). Em razão dessa perspectiva, percebemos que o trabalho desenvolvido na instituição escolar promoveu diferenças no desempenho diverso dos alunos, destacando-se a compreensão dos textos lidos e dos enunciados das questões aplicadas. Como consequência, no final das aulas referentes ao estágio supervisionado, os alunos destacaram-se como autores de interpretações significativas para as charges selecionadas, sobretudo por as relacionarem com as vivências, explanando-as para as demais turmas da escola por meio de um cartaz de autoria coletiva da turma.

Veja o artigo completo: PDF