Resumo Trabalho

ANÁLISE DOS INDICADORES E POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL: UM PANORAMA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NA BAIXADA FLUMINENSE/RJ

TAMARA FRANÇA DE ALMEIDA MAGALHÂES

Em 2008 o governo federal implementou a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva visando assegurar a inclusão escolar dos alunos público alvo da educação especial nos sistemas regulares de ensino. Diante deste panorama, este estudo investigou a reestruturação da educação especial nas redes de ensino de sete municípios da Baixada Fluminense/RJ (Belford Roxo, Duque de Caxias, Nilópolis, Nova Iguaçu, Mesquita, Queimados e São João de Meriti) objetivando delinear o perfil da educação especial nesta região. Foi realizado um mapeamento do atendimento educacional especializado (suporte especializado para a inclusão escolar) por meio de dados de matrículas oficiais disponibilizados no banco de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e no Observatório da Educação especial e Inclusão escolar: Práticas Curriculares e Processos de Ensino e aprendizagem (OBEE), este último financiado pelo programa Observatório da Educação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Obeduc/Capes). Como metodologia utilizou-se a pesquisa colaborativa em consonância com os referenciais da pesquisa qualitativa a partir da análise dos documentos federais e locais sobre as propostas inclusivas sendo desenvolvida uma análise descritiva a partir dos dados coletados. Os resultados indicaram, entre outras questões, as salas de recursos multifuncionais e as classes especiais como suportes especializados nos atendimento da educação especial, sendo a pessoa com deficiência intelectual o maior público atendido por eles.

Veja o artigo completo: PDF