Resumo Trabalho

PERCEPÇÃO DE ALUNOS DE CURSO SUPERIOR NA ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E INCLUSIVA

JOSÉ LUCAS DOS SANTOS OLIVEIRA

A Educação Ambiental pode ser abordada em diferentes disciplinas e áreas do conhecimento enquanto tema transversal, por isso, é essencial para obter êxito na inclusão de alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE) em todos os ambientes de formação. O objetivo desta pesquisa foi conhecer a percepção de estudantes do curso de licenciatura em matemática de uma instituição pública de nível superior em Patos, Paraíba, sobre aspectos relacionados a Educação Ambiental e Educação Inclusiva. O trabalho foi desenvolvido por meio da aplicação de um questionário aos alunos, que conteve 10 questões em Likert, com cinco níveis de resposta (discordo completamente à concordo completamente), sobre aspectos relacionados a Educação Ambiental e Educação Inclusiva. Os dados reportaram que a maioria dos entrevistados (94,4%) acredita ser possível no ensino de Educação Ambiental promover a inclusão de alunos com NEE e, que a Educação Ambiental poderia tornar as aulas mais atrativas. 88,8% dos alunos discordou que a metodologia de ensino tradicional atende todas as NEE dos alunos de forma satisfatória e, o mesmo percentual afirmou que a instituição possui rampas de acesso para deficientes físicos. 38,8% se mostrou indiferente sobre a receptividade dos funcionários com os alunos com NEE. A Educação Ambiental no contexto interdisciplinar pode contribuir para uma melhor inclusão de alunos com NEE no nível superior. Dessa forma, as instituições e professores devem estar melhor preparados para envolver a Educação Ambiental e a Educação Inclusiva nas disciplinas e projetos afim de garantir a inclusão dos alunos com NEE no meio acadêmico.

Veja o artigo completo: PDF