Resumo Trabalho

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O QUE CONHECEM OS ALUNOS DO CURSO DE PEDAGOGIA

ELVIS LOPES VASCONCELOS

O objetivo principal deste trabalho é compreender o que os estudantes do curso de pedagogia conhecem sobre inclusão, acessibilidade e a “Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva”, de 2018, alinhando assim, o que se discute nas questões contidas da proposta curricular do projeto pedagógico do curso, de 2015. O referencial teórico deste trabalho baseia-se nos seguintes autores: Chaui (2003), Santos (2005), Severino (2008); a questão inclusiva e educação especial: Mittler (2003) e Mantoan (2003); teoria do currículo Silva (2010) e Veiga (2002); e nos documentos oficiais: Lei de Diretrizes e Bases - LDB (BRASIL, 1996), a Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva (PNEEEI) (BRASIL, 2008) e Projeto Pedagógico do curso de Pedagogia, da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA, 2015). Este trabalho é resultado de uma pesquisa de abordagem documental e quantitativa realizada com estudantes de dois períodos do citado curso, da Universidade Estadual Vale do Acaraú, no município de Sobral, Ceará. Os resultados evidenciam os dados a partir da aplicação dos questionários que partiram de um olhar sobre o início da graduação e o término da mesma, sendo no curso de Pedagogia. Por meio deste trabalho de cunho quantitativo, no que se diz respeito à quantidade de respostas satisfatórias dadas sobre o tema da ‘Política Nacional’, e após as análises dos gráficos e tabelas correspondentes as duas turmas podemos entender alguns pontos que podem guiar o currículo universitário, no tema em questão: Educação Inclusiva.

Veja o artigo completo: PDF