Resumo Trabalho

A CONTRIBUIÇÃO DA FAMÍLIA NO DESVELAR DA CRIANÇA COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NA PROMOÇÃO E FAVORECIMENTO DE PRÁTICA SOCIAIS E AMBIENTAIS

DILMA COSTA NOGUEIRA DIAS

A família configura o primeiro contato do indivíduo com a sociedade e assim, as práticas existentes na família são reproduzidas pelas crianças com ou sem deficiência nos espaços sociais de sua convivência. Diante disso, o papel da família é essencial na inserção das crianças com deficiência. A responsabilidade educativa da família contempla a satisfação das necessidades dos seus integrantes e a educação ambiental deve permear as ações no cotidiano. Nesta perspectiva, trabalhamos com as crianças e seus responsáveis o diálogo nas rodas de conversa sobre o ambiente com o intuito de saber o que compreendem sobre o assunto para assim construir estratégias prazerosas de ensino. Ampliamos a pesquisa para as práticas sociais e ambientais ocorridas em casa com a finalidade de melhorar o bem-estar das famílias. Muitas dessas crianças sofrem com a ausência de saneamento básico. A pesquisa foi qualitativa pautada na contribuição da família no favorecimento de atividades práticas sociais e ambientais de crianças com dificuldades de aprendizagem, através da observação participante nas rodas de conversas com 20 crianças, de 4 a 5 anos de idade. Nas rodas de conversa sobre o meio ambiente, apreciaram a temática da coleta de lixo e por meio de seus questionamentos sobre as práticas ambientais de suas famílias apontaram erros nos comportamentos de seus pais. Foram apresentadas melhorias na conduta e no aprendizado de cada participante. A educação ambiental é ferramenta indispensável para enxergarmos que os problemas ambientais são responsabilidades de cada indivíduo e que podemos colaborar com melhorias na preservação ambiental.

Veja o artigo completo: PDF