Resumo Trabalho

FORMAÇÃO DOCENTE: ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS PARA O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO (AEE) NA EDUCAÇÃO BÁSICA

CARLA SALOMÉ MARGARIDA DE SOUZA

A Política Nacional de Educação Especial numa perspectiva inclusiva (2008), reforçada pela Resolução do CNE N° 04/2009 e pelo PNE 2014-2024, consolidam a necessidade de institucionalização do atendimento educacional especializado nas escolas de ensino regular a todos os discentes com deficiência, transtorno global do desenvolvimento ou altas habilidades/superdotação. Essa demanda aponta para uma grande necessidade de formação docente, visando uma atuação eficaz na sala de recurso multifuncional, a fim de que se cumpra com a função primordial da educação especial de complementar ou suplementar o ensino para alunos público-alvo dessa modalidade de ensino. A formação docente necessita articular saberes pedagógicos específicos para a atuação no AEE. Foi pensando nessa necessidade que o Curso de Extensão em Orientações Pedagógicas para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) na Educação Básica, foi organizado e desenvolvido pelo Laboratório Pensar, Pedagogia Interdisciplinar da Universidade Estadual de Goiás (UEG) - Câmpus Inhumas. Assim, o presente trabalho discute aspectos relacionados aos saberes específicos para o atendimento educacional especializado e apresenta uma experiência exitosa de formação docente para atuação nesse atendimento. O trabalho se referencia teoricamente nos mesmos autores que embasaram o curso de extensão, sendo eles: Bedaque (2014), Reis (2006, 2013 e 2017), Mantoan (2009 e 2010), entre outros. As reflexões advindas desse trabalho reforçam que a formação de professores para a educação especial é crucial para o desenvolvimento de sistemas educacionais mais inclusivos e que a universidade assume papel primordial nesse processo.

Veja o artigo completo: PDF