Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: UM OLHAR VOLTADO PARA O ALUNO SURDO NAS AULAS DE QUÍMICA

JAQUIELY BALBINO BARROS

A educação inclusiva está ganhando uma ênfase maior nos últimos anos, ela faz menção a um ambiente escolar que deve ser acolhedor, independentemente de qual pessoa se refira. Ela tem o papel de incluir em salas de aulas regulares alunos que apresentam necessidades educacionais especiais. É possível observar que as escolas estão acolhendo com mais frequência um número maior de alunos no sistema de ensino regular, em salas de aula heterogêneas, com isso geram discussões a respeito da melhor forma de incluir estes alunos, proporcionando a estes uma aprendizagem significativa. A Química é considerada por boa parte dos alunos como uma ciência difícil de compreender, logo há uma preocupação por parte dos educadores em como repassar de forma significativa os conteúdos para os alunos que apresentam alguma deficiência, desta maneira surge então à preocupação em desenvolver novos métodos de ensino. Diante do exposto, o presente trabalho teve como objetivo desenvolver novos métodos de ensino para ensinar o conteúdo de ligações químicas em uma turma do nono ano do ensino fundamental em uma escola no município de Pocinhos, onde apresentava uma aluna surda. Foi empregado como método didático, desenhos, um jogo de cartas e imagens. Conforme os resultados obtidos, foi possível verificar que o método didático se tornou eficaz. Os alunos ao final por meio do jogo de cartas conseguiram formar e identificar as ligações químicas correspondentes, estes falaram ainda que o método desenvolvido desperta o aprendizado e ajuda na compreensão.

Veja o artigo completo: PDF