Resumo Trabalho

APOIO AFETIVO E EMOCIONAL PERCEBIDO POR NETOS ADOLESCENTES NO RELACIONAMENTO COM OS AVÓS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO COM DISCENTES DO ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO

Autor(es): GERSON EWERTON COSTA SILVA e orientado por TEREZINHA DE JESUS CAMPOS DE LIMA

A comunicação baseia-se em pesquisa de iniciação científica que estuda a relação entre avós e netos adolescentes, na perspectiva do exercício da avosidade. A literatura define avosidade como o laço de parentesco entre os avós e seus netos, bem como a função conferida aos primeiros para além da questão consanguínea. Destaca-se aqui o apoio afetivo e emocional percebido por adolescentes no relacionamento com os avós. O estudo, de natureza exploratória e descritiva, de abordagem quantitativa, contemplou 84 adolescentes do ensino médio integrado que tinham pelo menos um dos avós presentes no círculo familiar em convivência direta ou indireta. Os dados foram coletados por meio da aplicação de formulário adaptado, baseado em trabalhos correlatos. As informações obtidas vêm sendo analisadas com uso de estatística descritiva e apoio da literatura. Procedimentos éticos levaram em conta a utilização de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e Termo de Assentimento. O estudo, em fase de finalização, aponta para uma maior presença de avós maternos residindo com os netos (72%), sobressaindo-se a figura feminina (50%), com 60 anos ou mais (71%). O apoio afetivo e emocional é presente, sendo recebido por meio da oferta de ajuda na resolução de problemas; na demonstração de interesse pelo que fazem; no apoio no enfrentamento de alguma dificuldade ou decepção; no incentivo a que tenham suas próprias opiniões; na demonstração de interesse pelo que sentem; na disponibilidade para ouvir; e, na orientação religiosa.

Veja o artigo completo: PDF