Resumo Trabalho

DEPENDÊNCIA FINANCEIRA E MAUS TRATOS AO IDOSO PROVEDOR

Autor(es): ABIQUEILA ANGELO RIBEIRO DE OLIVEIRA, LAODICÉIA DERIO DANTAS GOMES , ROBERTA MACHADO ALVES e orientado por ANA KARINA DA CRUZ MACHADO

O envelhecimento é um fenômeno biológico universal. No Brasil e no mundo as taxas de mortalidade vêm diminuindo, o que pode ser considerado um reflexo dos avanços científicos e tecnológicos relacionados aos cuidados com a saúde. Assim, a população de idosos vem tendo crescente aumento, com isso seu direito a aposentadoria, ou um benefício social qualquer, pode significar a independência do idoso ou sua dependência total para com sua família. O presente trabalho tem como objetivo buscar na literatura referências e fazer ligações entre o aumento da longevidade e a dependência financeira de pessoas acima de 60 anos. A metodologia utilizada foi a revisão de literatura em sites, revistas eletrônicas e bases científicas. A partir de análise da literatura pode-se afirmar que a tão sonhada independência financeira nem sempre se torna realidade ao idoso. Num país assolado por uma crise econômica, um benefício regular é um atrativo para segurança financeira. Assim surge a dependência financeira do idoso provedor, que muitas vezes se submete a maus tratos, até mesmo por medo do abandono de sua própria família, o que acaba por acarretar o desenvolvimento de problemas físicos ou mentais. Conclui-se que mais estudos na área são necessários e que há a necessidade maiores esforços para a disseminação de informações sobre agressões a idosos, assim como melhorias e concretizações de políticas públicas.

Veja o artigo completo: PDF