Resumo Trabalho

POLIFARMÁCIA NO IDOSO: O PAPEL DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DAS IATROGENIAS

Autor(es): SAMARA MARIA DE JESUS VERAS, MARIA APARECIDA DE SOUZA SILVA, CLÁUDIA FABIANE GOMES GONÇALVES e orientado por CYNTHIA ROBERTA DIAS TORRES SILVA

Objetivo: identificar o uso de medicamentos por idosos de uma Unidade Básica de Saúde da Família sob a perspectiva do cuidado na prevenção de iatrogenias. Introdução: Os tratamentos medicamentosos têm um papel muito positivo no tratamento e cura de diversas doenças, entretanto, quando são utilizados de maneira incorreta, podem acarretar diversos problemas de saúde. A assistência ao idoso precisa ser disponibilizada por profissionais capacitados, que busquem auxiliá-lo na utilização do medicamento prescrito e na escolha de estratégias, para minimizar as iatrogenias oriundas da utilização incorreta da medicação. Método: Trata-se de um estudo descritivo de abordagem quantitativa, que teve como população alvo 103 idosos. Trata-se de uma vertente extraída de um TCC que aborda a utilização de medicamentos por idosos de uma unidade de saúde. Aprovado pelo Comitê de Ética sob Protocolo n.º 45553615.0.0000.5189. Resultados: Os resultados demonstram que 81,6% (n=84) dos idosos utilizando diversos medicamentos diariamente. As classes de medicamentos utilizados no cotidiano dos idosos deste estudo são: Anti-hipertensivos (59,2%); Diuréticos (31,1%); Antidiabéticos (18,4%); Anti-Inflamatórios Não Esteroides (12,6); Ansiolíticos (10,7%); Hipolipemiantes (10,7%); Antidepressivos (8,7%); Analgésicos (6,8%); Antiplaquetários, Broncodilatadores e Corticóides obtiveram a mesma quantidade de idosos que referiram utiliza-los (4,9%); Antipsicóticos (1,9%); e Antiarrítmicos (1%). Conclusão: Polifarmácia com a utilização de medicamentos para diminuir a pressão sanguínea e hipoglicemiantes por parte dos idosos, inferindo a importância educacional dos profissionais de saúde, em especial o enfermeiro, no auxílio ao idoso para minimizar possíveis iatrogenias que a polimedicação pode causar.

Veja o artigo completo: PDF