Resumo Trabalho

ALZHEIMER: ASPECTOS PSICOSSOCIAIS E NUTRICIONAIS

Autor(es): CAMILA MADRUGA PAZ DA SILVA, ROBERTA MACHADO ALVES e orientado por PEDRO RIBEIRO DAS CHAGAS

O envelhecimento é um fenômeno mundial, a pirâmide etária está sofrendo uma inversão de acordo com pesquisas realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no tocante a população brasileira, a mesma manteve a tendência de envelhecimento nos últimos anos e ganhou 4,8 milhões de idosos desde 2012, superando a marca dos 30,2 milhões em 2017. dados indicam que o Brasil chegará a partir de 2025 a ser o sexto país do mundo em população na faixa etária de 60 anos. No entanto, alguns idosos necessitam de cuidados para realizarem as suas atividades de vida diária (AVDs), cuidados esses que podem incluir desde um simples auxilio, como no deslocamento para um cômodo da casa, a um mais complexo continuo como, por exemplo, ajuda durante a higiene pessoal (BORN, 2008). Essas necessidades podem ser provocadas pelo próprio processo de envelhecimento ou por algumas patologias. Uma das causas é a doença de Alzheimer (DA) que é uma das formas mais comuns de demência entre os idosos. Busca-se a partir desse trabalho refletir acerca da doença de alzheimer e das contribuições e desafios encontrados, na familia e na alimentação do idoso.

Veja o artigo completo: PDF