Resumo Trabalho

CONCEPÇÃO DE ADESÃO DE USO DE INSTRUMENTO DE INSTRUMENTO TECNOLÓGICO TERAPÊUTICO.

Autor(es): MARIANA CHAGAS DE OLIVEIRA, NATHANA ALVES DE FRANÇA PERIN, PRISCILA ROCHA e orientado por EDUARDO MENDONÇA SCHEEREN

A adesão ao tratamento é essencial para o sucesso terapêutico das pessoas idosas. Um dos grandes fatores que prejudicam uma vida senescente para os idosos é a falta de apoio familiar, isolamento social e questões fisiológicas que possibilitam o idoso de praticar até mesmo atividades cotidianas. Objetivo analisar a concepção da adesão de uso da pessoa idosa a um instrumento tecnológico terapêutico, considerando: conceituação de adesão de uso da pessoa idosa a instrumento tecnológico; aspectos biopsicossociais do idoso a adesão do instrumento tecnológico; variáveis de não adesão da pessoa idosa ao instrumento tecnológico. Foram levantados artigos nas plataformas de busca pré-definidas: SciElo, Lilacs, Google Acadêmico, PubMed, ScienceDirect e Springer, sendo assim, analisados sob aspecto de conceituação, índice de adesão, biopsicossocial e variáveis de não adesão de uso do idoso a instrumento terapêutico. Os resultados, foram encontrados o total de 253 artigos, sendo 23 artigos selecionados condizentes com a proposta do estudo, com o ano de busca entre 2008 e 2018, onde foi identificado fatores biopsicossociais, o conceito de adesão e principalmente aspectos que causam a adesão e não adesão na população idosa. Nos artigos encontrados, sete foram de língua inglesa. Conclusões prévias identificou que, com o avançar da idade e o nível de dependência do idoso a adesão ao processo terapêutico é menor. A polimedicação também interfere nos tratamentos, baixando drasticamente o nível de adesão. Nota-se que a família tem um papel importante, promovendo o cuidado do idoso e, se bem manejado, a auto dependência da pessoa idosa.

Veja o artigo completo: PDF